Home > Cultura > Amazonas Filarmônica e artistas locais gravam jingle para o Rock In Rio 2017

Amazonas Filarmônica e artistas locais gravam jingle para o Rock In Rio 2017

A Amazonas Filarmônica, junto ao consagrado cantor Zezinho Correa, que levou o conhecido hit Tic Tic Tac (1993) para o mundo, e a banda de rock Tudo pelos Ares estrelam o jingle regional, que levará o Amazonas para o Rock In Rio, um dos maiores eventos mundiais de rock’n roll, que acontece no período de 15 a 24 de setembro, na cidade do Rio de Janeiro (RJ).
Para criar toda a atmosfera amazônica, o clipe que divulga o jingle também conta com bailarinos locais dançando o “dois pra lá, dois pra cá”. Gravado no mês de agosto, o clipe será uma janela de divulgação turística para a capital do Amazonas, e terá várias inserções no Palco Mundo ao longo do evento.

“A ideia de realizar esta divulgação de Manaus no evento foi da Prefeitura, que entrou em contato com a Secretaria de Cultura do Amazonas para ter a Amazonas Filarmônica, que é uma orquestra de referência no Brasil inteiro, tocando uma música conhecida mundialmente, no Teatro que é ícone cultural da cidade e do Estado”, declarou Dyego Monnzaho, produtor da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult).

Para a gravação, Tic Tic Tac recebeu arranjo do maestro Otávio Simões, regente assistente da Amazonas Filarmônica. Sob regência de Marcelo de Jesus, regente adjunto da orquestra, e engenharia de som de Igor Jouk, 66 músicos da orquestra participam do clipe, que também conta com a participação da banda Tudo Pelos Ares, representante da capital amazonense no Rock In Rio.

Parceria iniciada no Amazônia Live
A parceria entre a Amazonas Filarmônica e o Rock In Rio vem desde o ano passado. Em 27 de agosto, a orquestra e o Coral do Amazonas, sob a regência de Marcelo de Jesus, participaram do projeto Amazônia Live, promovido pela organização do Rock In Rio, num palco flutuante montado em pleno rio Negro.

A apresentação, que também teve a participação da cantora baiana Ivete Sangalo e dos tenores Plácido Domingo e Saulo Lucas, este último, autista e deficiente visual, teve o objetivo e mobilizar artistas, parceiros e fãs para abraçar a mais importante reserva de biodiversidade do mundo, com papel fundamental na redução do impacto do aquecimento global. O concerto foi transmitido ao vivo pelo canal Multishow.

O convite para a Amazonas Filarmônica e o Coral do Amazonas surgiu após longa tratativa do vice-presidente artístico do Rock In Rio For a Better World, Paulo Fellin, com o secretário de cultura Robério Braga e os maestros Marcelo de Jesus e Luiz Fernando Malheiro. “Fomos indicados pelo diretor artístico Pablo Castellar, que nos referenciou como uma das melhores orquestras brasileiras à direção do Rock In Rio”, revelou, à época, Luiz Fernando Malheiro, regente titular da Amazonas Filarmônica.

Fonte: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *