Home > Polícia > Ex-presidiário é morto e briga por controle do tráfico pode ter motivado crime, diz polícia

Ex-presidiário é morto e briga por controle do tráfico pode ter motivado crime, diz polícia

Um ex-presidiário, de 21anos, foi assassinado com dois tiros, na noite de terça-feira (5), na Zona Norte de Manaus. Ele foi baleado enquanto comia churrasco em uma barraquinha no Residencial Viver Melhor II, no bairro Lago Azul. Ele foi levado para hospital, mas chegou morto a uma unidade hospitalar.
Para polícia, a vítima integrava um grupo criminoso e pode ter sido assassinada por rivais em disputa por território para tráfico de drogas no Residencial Viver Melhor. Ele mora no conjunto.
O crime ocorreu, por volta das 22h, na quadra 49, da segunda etapa do residencial. Segundo relatos de testemunhas à polícia, o ex-presidiário e amigos estavam em uma barraquinha de churrasco quando dois homens chegaram ao local caminhando e atiraram em direção ao grupo. A dupla criminosa fugiu em seguida.
O homem foi atingido com dois tiros no tórax e levado para o Hospital Pronto-Socorro (HPS) Delphina Aziz. Ele morreu antes de chegar ao hospital com o coração e pulmão perfurados pelas balas.
A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) investigará o assassinato.
O ex-presidiário já foi preso em 2006 por porte ilegal de arma de fogo. No ano passado, Fernando Nunes foi preso por formação de quadrilha e roubo no bairro Cidade de Deus, Zona Norte da capital.
Os familiares do ex-presidiário não foram localizados no residencial para falar sobre o caso.

Fonte: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *