Home > Política > IDP divulga uma nova pesquisa eleitoral para governo do AM

IDP divulga uma nova pesquisa eleitoral para governo do AM

Se o segundo turno da eleição suplementar para governador do Amazonas fosse hoje o candidato Amazonino Mendes (PDT), da coligação ‘Movimento pela reconstrução do Amazonas’, obteria 42,9% dos votos dos eleitores, contra 27% do candidato Eduardo Braga (PMDB) , da coligação ‘ União pelo Amazonas’. É o que revelam os últimos números, divulgados ontem, do levantamento do INSTITUTO DIÁRIO DE PESQUISA (IDP). Haveria, ainda, 21,8% de votos em branco ou nulos e 8,3% de indecisos.
A pesquisa, registrada da Justiça eleitoral sob o número AM-09298/2014, foi realizada nos dias 21, 22, 23 e 24 de agosto, envolvendo diversos bairros localizados nas 13 zonas eleitorais de Manaus e 12 zonas eleitorais do interior do Estado. Foram entrevistados 1.600 eleitores. O estudo foi conduzido de modo que a margem de erro máxima seja de 2,45 pontos percentuais para mais ou para menos, com um intervalo de confiança a 95%, o que garante que se a pesquisa fosse feita 100 vezes, repetindo-se as mesmas condições, então, em aproximadamente 95 destas vezes, as proporções obtidas em cada resposta, com uma variação de 2,45% para mais ou para menos, estariam estimando o pensamento do Estado.

O levantamento foi domiciliar, sendo entrevistado um único eleitor por domicílio. Os domicílios foram escolhidos através de sorteio, tendo todos iguais chances de fazer parte da amostra.

Contabilizando apenas os votos válidos (não somam-se os nulos, brancos e indecisos), Amazonino obteria 61,4%, contra 38,6% de Braga. A pesquisa também perguntou aos eleitores se a opção dos votos é definitiva ou pode mudar. O resultado foi que, hoje, 79,1% disseram que a opção é definitiva e 16,7% que ainda pode mudar. E ainda há 4,2% de eleitores que ainda aparecem como indecisos se mudam ou não sua opção de voto.

Os eleitores do Amazonas voltam às urnas no próximo domingo, dia 27 de agosto. A eleição suplementar foi determinada pela Justiça Eleitoral, que cassou o mandato do ex-governador José Melo (PROS) por compra de votos e decidiu que a eleição do próximo governador deveria ser direta, com o voto dos 2,3 milhões de eleitores do Estado.

Na última terça-feira, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu manter a cassação rejeitando seis embargos de declaração e abrindo caminho para a diplomação da nova chapa que vier a ser eleita.

Candidatos fazem seus últimos comícios antes do dia da eleição
Os candidatos ao governo do Estado na eleição suplementar Amazonino Mendes (PDT) e Eduardo Braga (PMDB) realizaram, ontem, os últimos comícios da campanha eleitoral. Eduardo Braga concentrou eleitores em uma reunião pública no município de Rio Preto da Eva. Em seu discurso, ressaltou que o contato com povo é fundamental para conhecer a realidade do interior. No final da tarde, o candidato realizou uma passeata em Itacoatiara.

Acompanhado de deputados, vereadores e prefeitos, Braga avaliou positivamente a campanha e disse que Estado voltará a incentivar a produção agrícola local para a merenda escolar.

No bairro Terra Nova II, zona norte de Manaus, o candidato Amazonino Mendes contou com a presença de políticos como o senador Omar Aziz (PSD) e o prefeito de Manaus Arthur Neto. Durante o discurso, o candidato falou sobre o apoio dos aliados e destacou a importância do prefeito Arthur Neto, em sua campanha.

Fonte: D24

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *