Home > Polícia > Motociclista morre após colidir contra traseira de caminhão na Zona Leste de Manaus

Motociclista morre após colidir contra traseira de caminhão na Zona Leste de Manaus

Um motociclista de 35 anos morreu após colidir contra um caminhão na Alameda Cosme Ferreira, no bairro Coroado, Zona Leste de Manaus. O acidente ocorreu na noite desta quarta-feira (26), em frente a um supermercado. Segundo amigos, Rafael Renan da Silva Cavalcante, 34 anos, fazia parte de um moto clube e estava a caminho de um encontro do grupo.
De acordo com informações repassadas por testemunhas, o homem – que é motorista de uma empresa de transporte – estava em uma moto marca Honda, modelo CB600, quando atingiu a traseira de um caminhão que estava transportando garrafões de água.
“Ele vinha na pista da esquerda e ao lado dele vinha um casal em uma moto. Foi tudo muito rápido. Ele atingiu a traseira do caminhão que estava na pista do meio”, disse o vigilante Carlos Alberto, que presenciou o acidente.
Ele contou que, com a queda, o capacete do rapaz voou cerca de dois metros. “O capacete deles era daqueles bons, mas o baque foi tão forte que foi longe. Eu chamei o Samu. Quando eles chegaram ele ainda estava vivo, respirando”, disse.
O corpo foi levado par ao Pronto-Socorro do Hospital João Lúcio, no bairro São José, na Zona Leste. Ele chegou com vida, mas não resistiu aos ferimentos.

O homem fazia parte do grupo de motoqueiros. Amigos do grupo e familiares lotaram o Pronto Socorro para saber notícias do condutor. “Ele tinha saído de casa no São José para participar do nosso encontro lá na Darcy Vargas. Nosso encontro é semanal, sempre lanchamos, conversamos e depois damos uma volta pela cidade”, disse o técnico de informática Fábio Muteki, de 37 anos.
Os amigos ficaram sabendo do acidente, após um integrantes da equipe passar pelo local. “Um amigo nosso passou pelo local e informou no grupo. Ficamos sem acreditar. As informações que passaram para a gente, era que ele vinha em baixa velocidade, mas se distraiu olhando para uma moto que passou do lado e bateu no caminhão”, disse outro motoqueiro, que não quis se identificar.
Os amigos do motoqueiro devem fazer uma passeata na manhã desta quinta-feira (27). “Ele não era de correr, ele curtia o esporte. Estava há dois anos com a gente. Ele não era só nosso colega, era nosso amigo de perto, todas as quarta nos reunimos para conversar, ele era extrovertido, muito amigo”, disse Fábio Muteki.
A vítima deixou uma filha de dois anos. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML), na Zona Norte de Manaus..

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *