Home > Polícia > Pintor é preso suspeito de estuprar menina de 8 anos em condomínio da Zona Oeste de Manaus

Pintor é preso suspeito de estuprar menina de 8 anos em condomínio da Zona Oeste de Manaus

Um pintor de 29 anos foi preso suspeito de estuprar uma criança de oito anos durante um ano no condomínio onde trabalhava, no bairro Ponta Negra, na Zona Oeste de Manaus. Segundo a polícia, outros quatro homens também foram presos pelo mesmo crime em outubro de 2017. A prisão do último suspeito aconteceu no município de Itacoatiara, na região Metropolitana da capital.

O homem foi preso na manhã de quarta-feira (10) na própria casa na rua Ajuricaba, do Distrito de Vila de Londoia.

Segundo a Polícia Civil, os abusos iniciaram em 2016, na casa da avó da vítima, em um condomínio residencial no bairro Ponta Negra. Outro pintor, de 58 anos, um mecânico de 57 anos e um vigilante de 48 anos prestavam serviços no local e foram presos em outubro de 2017 pelo mesmo crime.

Os estupros aconteceram por cerca de um ano e a prisão ocorreu após a mãe da vítima registrar um Boletim de Ocorrência na Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca).

O mandado de busca e apreensão e o mandado de prisão temporária em nome do pintor foram expedidos no dia 29 de setembro de 2017, pela juíza Patrícia Chacon Oliveira Loureiro, da Vara Especializada em Crimes contra a Dignidade Sexual de Crianças e Adolescentes.

A delegada Juliana Tuma, titular da especializada, informou, por meio de nota, que a equipe de investigação recebeu informações que o homem estava em Itacoatiara.

“Quando chegamos ao local indicado, encontramos o infrator na casa onde ele estava morando. Durante revista na residência, apreendemos uma espingarda contendo munições intactas. Ele argumentou que utilizava a arma exclusivamente para caçar, mas não apresentou documentação da arma”, afirmou.

O homem foi autuado em flagrante por pose irregular de arma de fogo de uso permitido e indiciado por estupro de vulnerável. Ele vai ser conduzido ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM).

Fonte: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *