Home > Polícia > Polícia Civil prende dono de oficina no bairro Flores denunciado por utilizar o estabelecimento para aplicar golpes

Polícia Civil prende dono de oficina no bairro Flores denunciado por utilizar o estabelecimento para aplicar golpes

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação do 12° Distrito Integrado de Polícia (DIP), sob o comando do delegado Henrique Brasil, cumpriu na tarde de quinta-feira (10/05), por volta das 15h, mandado de prisão preventiva por apropriação indébita qualificada e estelionato, em nome de Francisco Braga Matos Júnior, 36. O infrator foi preso no prédio do 12° DIP ao chegar para prestar depoimento.

De acordo com a autoridade policial, Francisco estava sendo investigado após ser denunciado por sumir com os veículos deixados por clientes para conserto na oficina de propriedade dele, situada na estrada Santa Cruz, bairro Flores, zona centro-sul da capital. De acordo com as vítimas, após pagarem pelo serviço, o homem negociava, sem o consentimento delas, os automóveis para terceiros.

Conforme Brasil, no prédio do 12º DIP, os policiais civis verificaram que Francisco está respondendo a procedimentos na Delegacia Especializada Em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv), por receptar um veículo roubado e entregar como pagamento de dívidas a terceiros. Ele havia sido notificado duas vezes pela equipe do 12° DIP para prestar esclarecimentos, mas não se apresentou na delegacia.

“Na última terça-feira (08/05) tivemos conhecimento, em um site de compras e vendas, que o infrator estava anunciando a venda da oficina dele. Nos deslocamos imediatamente até o endereço informado, onde ficamos sabendo, por funcionários de Francisco, que ele não estava na oficina, mas que havia dado ordens para que eles terminassem o último carro, a fim de encerrar as atividades da empresa”, explicou o titular do 12° DIP.

Apropriação indébita qualificada e estelionato – O mandado de prisão preventiva em nome de Francisco foi expedido no dia 9 de maio deste ano, pelo juiz Eliezer Fernandes Júnior, no Plantão Criminal. Francisco foi indiciado por apropriação indébita qualificada e estelionato. Ao término dos procedimentos cabíveis na unidade policial, o infrator será conduzido ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde ficará à disposição da Justiça.

FOTOS: Divulgação / Assessoria de Imprensa da Polícia Civil do Estado do Amazonas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *