Home > Cidade > Projeto de aluguel de bikes é alvo de vandalismo no Centro de Manaus

Projeto de aluguel de bikes é alvo de vandalismo no Centro de Manaus

Em menos de 24 horas após a inauguração, quatro bicicletas do projeto Manôbike foram alvo de vandalismo. O projeto foi lançado na quarta-feira (12) e, na mesma noite, uma bike teve parte do guidom cerrado e a cesta furtada. O caso aconteceu na estação 9, instalada no Mercado Municipal Adolpho Lisboa.

A empresa operadora do sistema, Samba/Serttel, informa que denúncias podem ser feitas imediatamente à Central de Atendimento ao Cliente pelo número 4003-0387, para que seja acionada a assistência técnica local. Nos casos ocorridos, a operadora já está atuando para reparar os danos causados. O custo médio da operação em Manaus, incluindo manutenção, é de R$ 10 mil.

De acordo com a Prefeitura, na segunda-feira (17) será realizada uma reunião com a empresa para verificar os meios para se apurar o que ocorreu. O projeto Além da questão da mobilidade e do incentivo a meios não poluentes e que visam à melhoria na qualidade de vida dos cidadãos, o sistema de bicicletas compartilhadas também favorece a política de fortalecimento ao turismo.

São 11 estações em operação, que estão localizadas em lugares emblemáticos da capital, tais como o próprio “mercadão”, a centenária avenida Eduardo Ribeiro, a Igreja N.S. dos Remédios, a Praça do Congresso, a Beneficente Portuguesa e outros. O sistema funcionará de segunda-feira a domingo, das 6h às 23h, para retirada do equipamento, e 24h para devolução. Manaus terá 110 bikes disponíveis para as 11 estações, mas a rede poderá ser ampliada futuramente, conforme demanda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *