Home > Famosos > Suposto depoimento de Emilly vaza nas redes sociais com confirmação de agressão

Suposto depoimento de Emilly vaza nas redes sociais com confirmação de agressão

Na madrugada desta terça-feira (3), vazou o suposto depoimento que a ex-BBB Emilly Araújo teria concedido à Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher sobre as agressões que sofreu do médico Marcos Harter ainda durante o programa.

Segundo o texto que rapidamente começou a ser compartilhado nas redes sociais, Emilly teria dito que sofreu lesões após a festa Retrô, no dia 1º de abril.

“Emily não lhe disse a causa, pois não queria prejudicar o Marcos. Que a partir daí tais apertões, beliscões e torções de punho, como demais constrangimentos, foram aumentando de intensidade, porém a declarante sempre perdoava Marcos, chegando a ter quatro términos do relacionamento com reconciliação, visto que este demonstrava arrependido de suas atitudes. E ela, muito apaixonada, o perdoava não se dando conta de que aquele relacionamento estava lhe fazendo mal”, relata o depoimento, que ressalta o fato da campeã do programa ter sido atendida pelo médico de plantão.

Nas declarações dela, também há uma passagem onde fica detalhado o dia em que o cirurgião plástico a encurralou e apontou o dedo em seu rosto. Emily, no entanto, teria dito que não pretende pedir medidas protetivas, mas sabe que tem esse direito. Procurada, a Polícia Civil diz que não divulga videos nem áudios em investigações que estão em andamento.

Entenda o caso
Marcos Harter foi expulso do BBB 17. O anúncio foi feito pelo apresentador do programa Tiago Leifert, ao vivo, na noite de 10 de abril. O participante foi acusado de agredir fisicamente e psicologicamente a participante Emilly, com quem manteve um relacionamento amoroso durante o confinamento.

Leifert se pronunciou sobre a expulsão de Marcos logo no início do programa.

— O caso foi concluído agora há pouco e eu gostaria de comunicar vocês o que a gente decidiu. O BBB, como vocês sabem, é um programa de entretenimento. A gente faz isso aqui para divertir vocês, só que muitas vezes ele reflete a vida como ela é. Como na vida, as decisões fortes, firmes precisam ser tomadas quando os fatos justificam. Hoje de tarde, a gente recebeu a delegada titular da Delegacia Especial de Atendimento a Mulher, que nos solicitou as imagens das discussões entre o Marcos e a Emilly. A delegada instaurou o inquérito para apurar uma possível agressão física. Com base nesse inquérito, tivemos uma nova conversa profunda com a Emilly, inclusive com exame médico. Desde o primeiro momento, desde que tudo aconteceu, a Globo agiu firmemente, incansavelmente. A gente envolveu advogados, especialistas, psicólogos, conversamos muito para tomar a decisão correta, a decisão justa. Na conversa de hoje, ficaram comprovados indícios de agressão física. No BBB, agressão gera expulsão, e decisão foi tomada. O Marcos está eliminado do BBB 17. Com isso, a nossa vida aqui tem que continuar. A gente vai declarar Ieda, Emilly e Vivan finalistas do programa daqui a pouco.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro foi à casa do Big Brother Brasil, na Rede Globo. De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Civil, Viviane da Costa Ferreira Pinto, delegada da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher, foi ao local por volta das 18h30, acompanhada por uma equipe policial para colher o depoimento de Marcos e pedir imagens da discussões entre o brother e a sister. Foi instaurando inquérito.

Emilly foi submetida a um exame clínico, por um médico da Globo, para avaliar a possibilidade de lesão corporal. No início da noite foram chamados ao confessionário separadamente. Para Emilly ficou claro seus direitos, garantidos pela Lei Maria da Penha, inclusive o de ficar distante de Marcos.

Fonte: R7

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *