Home > Polícia > Suspeito de tráfico é preso por matar homem que reclamou de drogas, diz polícia no AM

Suspeito de tráfico é preso por matar homem que reclamou de drogas, diz polícia no AM

O ajudante de feira Leandro de Souza Gurgel, de 33 anos, foi preso na quinta-feira (27) por ter matado Érik Henrique dos Santos, que tinha 23 anos, no dia 8 deste mês. Segundo Polícia Civil, crime ocorreu porque a vítima comprou uma trouxinha de maconha do autor e reclamou da quantia do produto. Em coletiva de imprensa, nesta sexta-feira (28), Leandro disse que o disparo foi acidental. “Foi um acidente, em nenhum momento quis matar”, afirma.


O delegado Juan Valério, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), contou que Gurgel tentou fugir quando os policiais foram prendê-lo. A investigação apontou que o crime se deu por uma porção de maconha.
“O Érik costumava comprar drogas com o Leandro e nesse dia ele comprou uma trouxinha por R$ 10 e reclamou da quantidade. O Leandro teria dito que estava certo e mais tarde, quando se encontraram em um bar, Érik simulou estar armado para Leandro e um grupo que estava com ele. O Leandro foi ao banheiro e quando voltou deu um tiro à queima-roupa no pescoço do Érik”, relata Valério.À imprensa, Leandro confirmou a versão do delegado, mas alegou que o tiro foi acidental. “Eu nunca tinha pegado em arma antes, aquela vez foi a primeira. Eu ia dar uma coronhada nele e o tiro saiu sem querer. A gente se conhecia, conheço até a mãe dele. Estou arrependido, sei que fiz uma grande besteira”, disse Leandro.Vídeos de locais próximos ao bar na Rua Pedro Botelho, no Centro de Manaus, onde Érik foi morto, mostraram Leandro fugindo ainda com a arma nas mãos. Em um dos vídeos é possível ver o suspeito correndo junto com outros homens.
Leandro foi preso em cumprimento de mandado de prisão temporária, que deve ser convertido preventivo. Ele será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM) para aguardar decisão judicial.

Fonte: G1 Amazonas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *