Home > Famosos > Famosos lamentam morte de Rogéria, aos 74 anos; atriz faleceu de choque séptico

Famosos lamentam morte de Rogéria, aos 74 anos; atriz faleceu de choque séptico

Artista será velada no Teatro João Caetano, no Rio de Janeiro, nesta terça-feira (5)
Depois da triste notícia do falecimento do cantor e compositor Luiz Melodia e do humorista Paulo Silvino, velado e cremado no Rio de Janeiro, Rogéria foi mais uma artista brasileira a partir. Na noite desta segunda-feira (4), Astolfo Barroso Pinto, de 74 anos, morreu de complicações decorrentes de infecção urinária. De acordo com o biógrafo e amigo Mario Paschoal, ela faleceu as 22h15, no Hospital da Unimed-Rio, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste da cidade. Rogéria teve uma crise compulsiva e teve choque séptico.
‘ELA ESTAVA AGUARDANDO PARA FAZER UMA OPERAÇÃO NOS RINS’, DISSE MARIO PASCHOAL
Segundo o “G1”, a famosa chegou a receber alta da UTI no último dia 25 de agosto, mas retornou para o hospital depois de apresentar piora. Mario afirmou que a atriz estava esperando uma melhora para poder realizar uma operação. Com o quadro se agravando, Rogéria apresentou problemas cardíacos e uma infecção generalizada. “Ela estava aguardando para fazer uma operação nos rins, mas o quadro se agravou. Ela chegou a ter problemas cardíacos. O empresário dela está cuidando de tudo. Engraçado que na primeira vez que ela foi internada, eu me preocupei muito. Dessa vez, estava mais tranquilo e aconteceu isso. Vai fazer muita falta”, lamentou.
LEANDRA LEAL INFORMA ENTERRO DE ATRIZ: ‘SEPULTADA EM CANTAGALO’
Nas redes sociais, Leandra Leal, diretora do documentário “Divinas Divas”, que levou dois troféus no Prêmio Felix no Festival do Rio, anunciou na madrugada desta terça-feira (5) que o enterro será realizado na cidade Cantagalo, onde a amiga nasceu. “Informamos que a nossa amada Rogéria será sepultada em Cantagalo, cidade onde nasceu. O velório será amanhã, no Teatro Joao Caetano, de 11h às 13h para família e amigos e de 13h às 18h para todos. Obrigada por todas as orações e carinho”, informou a mãe da pequena Júlia.
DE ATRIZ À CANTORA; VEJA A TRAJETÓRIA DA ARTISTA:
Intitulada como a “Travesti da Família Brasileira”, a cantora iniciou a carreira fazendo maquiagem na TV Rio. Logo em seguida, foi reconhecida como símbolo gay e marcou na história por lutar contra a homofobia. Também atriz, ela começou no cinema “Enfim Sós… Com o Outro”, em 1968, e o último foi “Divinas Divas”, em 2016, como ela mesma. Nas novelas atuou em “Tieta”, em 1989, “Paraíso Tropical”, em 2007, e viveu uma atriz de teatro em “Lado a Lado”, em 2012. Além disso, foi jurada de vários programas de auditório nas últimas décadas, de Chacrinha a Gilberto Barros e também Luciano Huck. Rogéria foi coreógrafa da comissão de frente da Escola de Samba São Clemente, representando Maria, A Louca, em um enredo que tratava dos 200 anos da vinda da família real ao Brasil. Em sua passagem, foi recebida com carinho pelo público. No ano passado, lançou sua biografia “Rogéria – Uma mulher e mais um pouco, de Marcio Paschoal”.
FAMOSOS LAMENTAM MORTE DE ROGÉRIA
Lea T., modelo transexual, usou seu perfil na web para prestar homenagem à cantora e frisou a importância de Rogéria na sociedade, dizendo que ela se orgulhava por ser “a travesti da família brasileira”: “Gratidão minha querida Rogéria. Você abriu as portas para todas nós. Sua essência vai ficar e sentiremos falta do seu lindo sorriso… você é luz”. Veja mais famosos que se despediram da artista.

Fonte: Purepeople

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *